compte-rendu "Les mondes de l'harmonie" (DUBOIS, MEON, PIERRU), Paris, La Dispute, 2009

Résumé : Herança e símbolo da revolução industrial francesa do século XIX, as harmonies são orquestras de formação popular, presentes em áreas rurais e de antigas indústrias. Sendo compostas, ao início pelo menos, por estruturas de controle social das classes populares, operárias e rurais, carregam princípios de civilidade, cidadania, ordem e hierarquia ilustrados no próprio nome destas formações: harmonie, sendo a tradução literal pelo português harmonia , palavra sinônimo de concordância e ordem. Os autores, através do estudo dos mundos das harmonies buscam responder a duas questões. Primeiramente, a elaboração de um "mapa" das orquestras definidas por maior distanciamento com os padrões da cultura legítima, pretende mostrar a pluralidade dos mundos das harmonies, a qual tende a tornar mais complexos os mecanismos de dominação cultural revelados pelas pesquisas de Pierre Bourdieu. O segundo objetivo é elucidar a questão das condições da conservação ou do declínio, sejam estes materiais ou simbólicos, de uma forma de cultura popular, insistindo no fato de que a prática de um instrumento numa harmonie significa não somente uma prática musical, mas também social, e que cada componente tem que lidar com esses dois registros (exigências musicais VS. sociabilidade).
Document type :
Other publications
Complete list of metadatas

https://halshs.archives-ouvertes.fr/halshs-00964877
Contributor : Antoinette Kuijlaars <>
Submitted on : Monday, March 24, 2014 - 1:00:57 PM
Last modification on : Wednesday, November 28, 2018 - 11:50:22 AM
Long-term archiving on : Tuesday, June 24, 2014 - 11:36:18 AM

Files

resenha_PROA_Les_mondes_de_l_h...
Files produced by the author(s)

Identifiers

  • HAL Id : halshs-00964877, version 1

Citation

Antoinette Kuijlaars. compte-rendu "Les mondes de l'harmonie" (DUBOIS, MEON, PIERRU), Paris, La Dispute, 2009. 2010. ⟨halshs-00964877⟩

Share

Metrics

Record views

133

Files downloads

146