Pensar juridicamente a sexualidade

Résumé : A libertação sexual e a expansão pandêmica da AIDS durante a segunda metade do século passado colocaram a sexualidade no centro do debate político e social. Circunscrita à esfera da privacy, a sexualidade irrompe no espaço público, em primeiro lugar graças à ação do feminismo e posteriormente às reivindicações do movimento LGBT. Entretanto, a sexualidade continua sendo a atividade humana mais difícil de se emancipar tanto da moral tradicional quando do discurso médico, o que obscurece a análise jurídica.
Complete list of metadatas

https://hal.archives-ouvertes.fr/hal-01528596
Contributor : Daniel Borrillo <>
Submitted on : Monday, May 29, 2017 - 12:41:56 PM
Last modification on : Wednesday, July 4, 2018 - 11:14:10 PM
Long-term archiving on : Wednesday, September 6, 2017 - 10:52:01 AM

File

Pensar juridicamente a sexuali...
Explicit agreement for this submission

Identifiers

  • HAL Id : hal-01528596, version 1

Collections

Citation

Daniel Borrillo. Pensar juridicamente a sexualidade. Eder Fernandes Monica; Ana Paula Antunes Martins. Qual o futuro da sexualidade no direito?, Bonecker Editora; Editora Universidade Federal Fluminense, pp.7-10, 2017, 978-85-93479-01-4. ⟨hal-01528596⟩

Share

Metrics

Record views

93

Files downloads

216